Nada nos impede de ensinar os que desejam aprender

Nada nos impede de ensinar os que desejam aprender

foto por: Derek Owens em Unsplash

Como Paulo, somos chamados para anunciar e ensinar sobre as Escrituras e a vontade de Deus, mas se a rejeitam, não podemos perder tempo e nem permanecer junto daqueles que não querem, como podemos ler em Atos, no capítulo dezenove, do versículo oito ao dez:

Durante três meses, Paulo frequentou a sinagoga, onde falava ousadamente, dissertando e persuadindo com respeito ao reino de Deus. Visto que alguns deles se mostravam empedernidos e descrentes, falando mal do Caminho diante da multidão, Paulo, apartando-se deles, separou os discípulos, passando a discorrer diariamente na escola de Tirano. Durou isto por espaço de dois anos, dando ensejo a que todos os habitantes da Ásia ouvissem a palavra do Senhor, tanto judeus como gregos.” (Atos dos Apóstolos 19.8–10, RA).

Diante da rejeição e da difamação que alguns estavam provocando, qual foi a atitude de Paulo? Separou os que estavam interessados, foram para outro lugar e continuou a ensinar aos que desejam aprender. Paulo discutiu e insistiu com quem não queria? Não, ele não perdeu tempo, mas gastou sua energia com os que estavam buscando o conhecimento e entendimento da vontade de Deus.

Assim como ele, nada nos impede de ensinar sobre as Escrituras e sobre a vontade de Deus, não podemos perder tempo com quem não quer, mas gastar toda a nossa energia e esforço em ensinar aqueles que desejam aprender.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE