Sendo luz no meio das trevas

“Fazei tudo sem murmurações nem contendas, para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo, preservando a palavra da vida, para que, no Dia de Cristo, eu me glorie de que não corri em vão, nem me esforcei inutilmente.” (Filipenses 2.14–16 RA).

Para sermos luz no mundo, em meio as trevas, precisamos viver segundo os valores do reino de Deus, iluminando o entendimento das pessoas, apresentando Deus por meio de nossas vidas, expressando as Suas virtudes, e não agindo no meio da Igreja como se age no mundo. Não podemos ser murmuradores, nem contenciosos, muito menos pervertidos, mas irrepreensíveis, imitadores de Deus e de Cristo Jesus nosso Senhor, andando no Seu amor.