Não podemos ser motivo da blasfêmia de Deus

Assim como Paulo escreveu aos servos de sua época, trabalhadores, assim devemos nos enxergar quanto ao trabalho que realizamos. Temos a liberdade de procurar outro emprego, mas temos que entender que o que fazemos, devemos fazer para o Senhor, por isso, precisamos nos empenhar com todo zelo e esforço para darmos de nós mesmos o melhor, mas, não podemos ser motivo para que reclamem e nem que blasfemem o nome de nosso Deus por causa de nossas atitudes. Somos chamados para fazermos tudo para glorificar o nome do Senhor e não para sermos pedra de tropeço para os que são imaturos e nem razão para blasfemarem o nome do Senhor por causa de nossas atitudes.