A verdadeira contaminação

No evangelho de Marcos, no capítulo sete, do versículo vinte ao vinte e três, Jesus ensinando sobre a contaminação, afirma:

E dizia: O que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.” (Marcos 7.20–23 RA).

Precisamos entender que não se trata de aparência, de isolamento, muito menos da imposição de regras, mas da compreensão da obra de Deus em nosso favor, nos fazendo um novo ser, semelhantes a Cristo, temos um novo coração, segundo o Seu coração. Por isso, tendo o entendimento que temos da mesma natureza de Deus, capacitados para rejeitar as paixões humanas e que morremos com Cristo na cruz, para vivermos em novidade de vida, não devemos nos submeter aos desejos naturais, mas rejeitar e andar neste mundo, seguindo o exemplo de Cristo, revelando as Suas virtudes e manifestando a glória do Pai.

Não somos contaminados pelo que vem do exterior, muito menos por comida ou forma de vestir, mas somos contaminados, quando andamos segundo o coração natural, nos sujeitando às suas paixões, ignorantes quanto a obra de Deus em nós.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE