Não é no muito falar

Não é no muito falar

foto por: Marek Piwnicki em Unsplash

Jesus ensinando sobre o reino de Deus em Mateus, capítulo treze, do versículo onze ao quinze afirma sobre a questão de contar histórias:

Ao que respondeu: Porque a vós outros é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas àqueles não lhes é isso concedido. Pois ao que tem se lhe dará, e terá em abundância; mas, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado. Por isso, lhes falo por parábolas; porque, vendo, não veem; e, ouvindo, não ouvem, nem entendem. De sorte que neles se cumpre a profecia de Isaías: Ouvireis com os ouvidos e de nenhum modo entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis. Porque o coração deste povo está endurecido, de mau grado ouviram com os ouvidos e fecharam os olhos; para não suceder que vejam com os olhos, ouçam com os ouvidos, entendam com o coração, se convertam e sejam por mim curados.” (Mateus 13.11–15, RA).

Tem duas coisas que precisamos compreender, primeiro: nem todos compreenderão a mensagem do evangelho por causa de onde está o seu coração e dos desejos que possui, segundo: os que aceitam, precisam compreender, por isso o evangelho não se trata somente de palavras, mas precisamos aprender a transmitir a mensagem como Cristo. Quanto aos que não recebem, não temos muito o que fazer se não continuar a falar, ensinar e a viver de maneira a revelar; quanto aos que recebem, precisamos ser como Cristo, precisamos usar de todos os recursos, inclusive de histórias, para exemplificar e simplificar o processo de entendimento para que compreendam, busquem o amadurecimento e vivam a plena vontade do Senhor, andando na verdade.

O ensino não está só no falar, no expor, mas muito mais na maneira como ensinamos e contamos histórias, como a nossa vida traduz o ensino que pregamos. Temos que entender que se trata de um processo onde o transmissor precisa estar alinhado com o receptor da mensagem para que haja entendimento e conversão à vontade de Deus.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE