Moisés: exemplo de fé e compromisso

foto por: naraa .in.ub em Unsplash

Quando lemos na carta aos Hebreus sobre Moisés, no capítulo onze, do versículo vinte e quatro ao vinte oito, podemos observar sobre o que abriu mão e o seu compromisso com Deus:

Pela fé, Moisés, quando já homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado; porquanto considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas do que os tesouros do Egito, porque contemplava o galardão. Pela fé, ele abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível. Pela fé, celebrou a Páscoa e o derramamento do sangue, para que o exterminador não tocasse nos primogênitos dos israelitas.” (Hebreus 11.24–28, RA).

Moisés nos dá exemplo do que é importante. Tendo tudo e podendo viver no conforto e riqueza, escolheu o que parecia não ter sentido. Ele recusou tudo que tinha recebido em favor do que era a vontade de Deus. Ele agiu segundo a fé, o conhecimento que tinha de Deus e das promessas. Agiu com imaturidade algumas vezes? Sim, como todos nós, achou que estava pronto, mas não. Assim como ele, também cometemos erros, mas não podemos desistir da jornada e nem do compromisso com a vontade do Senhor. Andamos não pelo que vemos ou pelo que já alcançamos, mas unicamente fundamentados nas promessas.

Assim como temos em Moisés o testemunho e exemplo de fé e compromisso com Deus, devemos amadurecer e sermos exemplo, expressão da fé e do conhecimento do Senhor, para que as pessoas possam fazer a caminhada de maturidade e andar na verdade.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE