Leis e mandamentos não aperfeiçoam ninguém

Leis e mandamentos não aperfeiçoam ninguém

foto por: Daniele Colucci em Unsplash

Na carta aos Hebreus, capítulo sete, do versículo quinze ao dezenove, podemos ler:

E isto é ainda muito mais evidente, quando, à semelhança de Melquisedeque, se levanta outro sacerdote, constituído não conforme a lei de mandamento carnal, mas segundo o poder de vida indissolúvel. Porquanto se testifica: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque. Portanto, por um lado, se revoga a anterior ordenança, por causa de sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nunca aperfeiçoou coisa alguma), e, por outro lado, se introduz esperança superior, pela qual nos chegamos a Deus.” (Hebreus 7.15–19, RA).

Duas coisas precisamos entender sobre a salvação: chegamos a Deus por meio de Cristo e da aliança que foi estabelecida, não fundamentada na vontade e nem em regras segundo os homens, mas de Deus em nosso favor. E temos que entender que não são regras e nem mandamentos que têm o poder de nos aperfeiçoar, mas somente o operar e a graça de Deus revelada em nós por meio de Cristo. Chegamos a Deus, à Sua presença por causa do que Cristo fez e porque Ele intercede por nós, não por causa de nossas obras.

Nenhum conjunto de regras e mandamentos é capaz de nos aperfeiçoar, mas unicamente a nossa submissão a Cristo, reconhecendo-O como Senhor e Salvador para nascermos de novo, segundo a vontade de Deus, e por termos sido feitos à Sua imagem, capacitados para rejeitar as paixões humanas.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE