A bondade não pode ser uma obrigação

Compreendermos quem somos, o que recebemos de Deus e o nosso papel neste mundo é que nos permitirá realizar as coisas com alegria, sendo oferta e não fazendo por obrigação o que é natural revelarmos e concedermos as pessoas.