A consciência de ter completado

A consciência de ter completado

foto por: Alex Rhee em Unsplash

No evangelho de João, depois de ter sido crucificado, capítulo dezenove, versículo trinta, podemos ler:

“Quando ele tomou o vinho, disse: — Tudo está completado! Então baixou a cabeça e morreu.” (João 19.30, NTLHE).

Jesus sabia o Seu propósito, compreendia por que tinha vindo  e qual era Sua missão. Tudo Ele fez e teve a consciência de ter completado e realizado todas as coisas que o Pai Lhe havia designado. Ele fez isso, como oferta, de livre vontade, por expressão do amor do Pai ao mundo.

E nós? Compreendemos o nosso papel e responsabilidade neste mundo? Entendemos que tendo conhecido a salvação de Deus por Sua graça por meio da fé na obra de Cristo que nós temos um papel e uma responsabilidade como Ele? Somos chamados para revelar o reino de Deus, para expressarmos o Pai, tornarmos o nosso Deus invisível, visível diante de todos, como Cristo, sendo Seus imitadores.

A vida cristã segundo a vontade de Deus não é uma opção, mas uma expressão de oferta e do Seu amor às pessoas, onde precisamos santificar o proceder para revelarmos a Sua glória e o Seu amor. É fazendo isso que nos dará o sentido de termos completado o que Ele nos entregou para fazermos.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST