O bom testemunho da Igreja

O bom testemunho da Igreja

foto por: David Kovalenko em Unsplash

Sobre a Igreja e como era vista pela sociedade, podemos ler em Atos, capítulo cinco, versículos treze e quatorze:

“Ninguém de fora tinha coragem de se juntar ao grupo deles, mas o povo falava muito bem deles. Uma multidão de homens e mulheres também creu no Senhor e veio aumentar ainda mais o grupo.” (Atos dos Apóstolos 5.13–14, NTLHE).

 Juntando ou não, não importa, pois quem traz para o seio da Igreja é o Senhor que faz isso, mas, ainda assim, precisamos dar um bom testemunho para o mundo, pois nós como sal da terra é que a tornamos suportável. Se formos religiosos não vamos revelar as virtudes de Deus em nossos relacionamentos e seremos como os da época, impondo regras, mas não cumprindo.

Precisamos entender que não se trata de regras, mas de revelarmos Deus por meio das nossas ações, manifestando as virtudes que glorificam o Pai e que expressam a Sua justiça.

A vida de Igreja se revela na maneira como as pessoas nos veem e o quanto glorificamos a Deus por meio das obras que realizamos, expressando as Suas virtudes.