Nossas obras revelam o nosso compromisso

Nossas obras revelam o nosso compromisso

foto por: Tamas Tuzes-Katai em Unsplash

 

Jesus ensinando sobre o dia do julgamento, fala com relação àqueles que revelaram o compromisso como Ele, pelas obras práticas, como está em Mateus, capítulo vinte e cinco, do versículo trinta e sete ao quarenta:

“— Então os bons perguntarão: “Senhor, quando foi que o vimos com fome e lhe demos comida ou com sede e lhe demos água? Quando foi que vimos o senhor como estrangeiro e o recebemos na nossa casa ou sem roupa e o vestimos? Quando foi que vimos o senhor doente ou na cadeia e fomos visitá-lo?” — Aí o Rei responderá: “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quando vocês fizeram isso ao mais humilde dos meus irmãos, foi a mim que fizeram.”” (Mateus 25.37–40, NTLHE).

As obras não são para nos salvar nem para alcançarmos o favor de Deus, mas para revelá-Lo e demonstrarmos o nosso compromisso com a Sua vontade, pois é nosso papel e o propósito de nossas vidas: praticarmos obras de justiça, revelarmos as virtudes de Deus, andarmos como Cristo e manifestarmos o Pai ao mundo.

Obras não são para a nossa salvação, mas para revelarmos o nosso Deus e o Seu reino neste mundo, sendo luz e conduzindo as pessoas ao Seu conhecimento.