Revestir do homem segundo Deus

Revestir do homem segundo Deus

foto por: Jordan Wozniak em Unsplash

Somos chamados para, ao compreendermos quem somos e o que recebemos do Criador, fazendo a caminhada de amadurecimento, nos revistemos do novo homem criado segundo o nosso Deus e Pai, renovando o entendimento e aprendendo a agir como Cristo no mundo e fazendo da nossa vida a verdadeira oferta que O revela.

Paulo nos convoca a não andarmos segundo o curso deste mundo, conforme a sua forma de pensar, como está na carta aos Efésios, capítulo quatro do versículo dezessete ao dezenove: “Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza.” (Efésios 4.17–19, BEARA).

E nos convoca a nos revestirmos do homem criado segundo Deus, como está do versículo vinte e dois ao vinte e quatro: “no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.” (Efésios 4.22–24, BEARA).

Somente quando compreendemos quem somos e o que recebemos de Deus é que entendemos que devemos abandonar todos os aspectos da natureza humana (negarmos a nós mesmos) e nos revestirmos do novo homem (criado em Cristo para obras de justiça) para que crescendo e amadurecendo, possamos nos encher de Cristo em todas as nossa atitudes e assim, revela-Lo ao mundo.