Heresias destruidoras

Heresias destruidoras

foto por: noboru yamashita em Unsplash

Temos que estar atentos e precisamos conhecer as Escrituras e entendermos o evangelho do Senhor Jesus, bem como o nosso chamado e vocação, para não sermos consumidos por heresias destruidoras que são introduzidas por falsos mestres que buscam o próprio interesse e que não estão preocupados com o evangelho do Senhor. Eles não O negam, mas apresentam sofismas que nos conduzem para longe do propósito e da vontade de Deus.

Pedro falando sobre esta questão em sua segunda carta, no capítulo dois, do versículo um ao três, afirma: “Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.” (2Pedro 2.1–3, BEARA).

O que nos impede de cairmos no engodo de tais pessoas? Somente a diligência na busca do conhecimento da vontade de Deus, comprometendo-nos com as Escrituras, buscando o conhecimento que nela está, pedindo que Deus nos conceda discernimento e compreensão da Sua vontade e principalmente, andarmos na dependência do Espírito, pois Ele não só nos lembra das palavras do Senhor, como nos ensina e nos conduz na Sua vontade.

Não podemos nos deixar ser enganados, mas precisamos da sabedoria e discernimento, associado ao conhecimento das Escrituras para compreendermos a vontade do Senhor e nos conduzir rumo a ela, rejeitando todo ensino que nos conduz à libertinagem que são heresias destruidoras da graça e da vida da igreja.