Como viver e agradar a Deus

Como viver e agradar a Deus

foto por: Dylan Alcock em Unsplash

Somos chamados para vivermos o reino de Deus neste mundo, abandonando a forma natural de pensar e desenvolvendo as relações segundo a justiça eterna, revelada em Cristo Jesus, sendo instrumento e expressão de Cristo no mundo, santificando o proceder para a glória e louvor do Pai.

Paulo, escrevendo em sua primeira carta aos Tessalonicenses, afirma no capítulo quatro, do versículo um ao oito: “Finalmente, irmãos, nós vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus que, como de nós recebestes, quanto à maneira por que deveis viver e agradar a Deus, e efetivamente estais fazendo, continueis progredindo cada vez mais; porque estais inteirados de quantas instruções vos demos da parte do Senhor Jesus. Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. Dessarte, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o seu Espírito Santo.” (1Tessalonicenses 4.1–8, BEARA).

O processo de santificação não é uma opção para nós, mas a única maneira de revelarmos que compreendemos e estamos em Deus, que somos e pertencemos a Ele, que vivemos inteiramente para Ele, para revelá-Lo ao mundo por meio de nossas ações. A santificação se trata de um processo que revela o compromisso que temos com o Pai e a Sua vontade quanto a fazê-la conhecida no mundo, pois somos responsáveis por revelar o Seu reino na terra.