O revelar da cólera de Deus!

O revelar da cólera de Deus

foto por: Chandler Cruttenden em Unsplash

Vivemos a graça e a expressão do amor de Deus em nosso favor, por isso, tendo o entendimento do que recebemos, devemos expressar gratidão por tudo que Ele fez por nós e nos submetermos à Sua vontade, santificando o nosso proceder, para que O revelemos ao mundo e sejamos instrumentos de salvação de muitos.

Devemos agir assim, pois no final dos tempos, Deus irá revelar a Sua cólera contra toda desobediência, mas mesmo assim, as pessoas não irão se arrepender de seus pecados. Sobre isso, podemos ler em Apocalipse, capítulo dezesseis: no versículo um e dois, fala de úlceras que apareceram nos adoradores da besta, depois, da morte de todo ser vivente no mar (v.3), que o rios e fontes se tornaram em sangue (v.4), sobre o fato que o sol queimará  a muitos (v.8-9), a terra se transforma em trevas, mas mesmo assim não se arrependerão de seus pecados. Depois, os homens sentirão dor e remoerão a língua, mas não se arrependerão (v.10-11), depois que o rio Eufrates irá secar (v12), depois sobrevirão relâmpagos, chuvas de pedras, terremotos. Os homens blasfemarão (v.17-21).

Precisamos olhar tudo isso sempre na perspectiva do que podemos e o que devemos fazer para salvar a muitos. Não se trata de falar sobre o reino de Deus. Não se trata simplesmente de pregar em palavras, mas, sermos a expressão viva delas, sermos cartas vivas, revelarmos Deus ao mundo, santificarmos as nossas ações para que as pessoas tenham oportunidade de conhecê-Lo.