Compreendemos quem é Cristo?

Compreendemos quem é Cristo?

foto por:  zhenzhong liu em Unsplash

Precisamos entender que conhecer Cristo, compreender a Sua vontade e nos submetermos a ela é extremamente importante para que O conheçamos plenamente e não achemos simplesmente que foi um “cara legal” de Sua época, que ainda ensina coisas interessantes e o fundador responsável pelo cristianismo no mundo.

Cristo fez esse tipo de pergunta para os Seus discípulos, como podemos ler em Marcos, capítulo oito. No versículo vinte e dois, temos Sua primeira pergunta: “Então, Jesus e os seus discípulos partiram para as aldeias de Cesaréia de Filipe; e, no caminho, perguntou-lhes: Quem dizem os homens que sou eu?” (Marcos 8.27, BEARA). Depois Ele pergunta aos discípulos sobre o entendimento deles, como está no versículo vinte e nove: “Então, lhes perguntou: Mas vós, quem dizeis que eu sou? Respondendo, Pedro lhe disse: Tu és o Cristo.” (Marcos 8.29, BEARA). Depois de tratar desta questão, Ele afirma nos versículos trinta e quatro e trinta e cinco sobre como somos Seus seguidores:  “Então, convocando a multidão e juntamente os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Quem quiser, pois, salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por causa de mim e do evangelho salvá-la-á.” (Marcos 8.34–35, BEARA).

Assim como Ele fez, devemos nós fazermos, pois, se não entendermos que viver o Reino e sermos Seus seguidores implica em sermos como Ele, em imitá-Lo em Suas ações, sendo oferta em favor das pessoas, rejeitando nossos desejos e vontades, nunca experimentaremos a plena vontade de Deus e o quanto ela é boa, perfeita e agradável.

Anúncios