Os mistérios do Reino de Deus

Jesus disse que era chegado a nós o reino de Deus e precisamos entende-lo na perspectiva e  expressão da Sua vontade entre os homens. Pensamos no reino em visível aparência, mas, ele está no nosso meio e na forma como vivemos e como revelamos as virtudes de nosso Deus por meio das nossas relações, pois é assim que o expressamos neste mundo.

Não exercemos controle sobre quem irá aceitar e se submeter à vontade de Deus, mas cabe a nós, em todo o tempo e lugar agir como Seus filhos, revelando as Suas virtudes, sendo despenseiros da Sua graça com as pessoas. Quando assim fazemos e as nossas palavras estão alinhadas com estas ações, o reino irá crescer.

Jesus fala sobre o reino, sobre a sua maneira de crescer de forma que não temos controle, como podemos ler em Marcos no capítulo quatro do versículo vinte e seis ao vinte e nove:

Jesus disse: O Reino de Deus é como um homem que joga a semente na terra. Quer ele esteja acordado, quer esteja dormindo, ela brota e cresce, sem ele saber como isso aconteceÉ a própria terra que dá o seu fruto: primeiro aparece a planta, depois a espiga, e, mais tarde, os grãos que enchem a espiga. Quando as espigas ficam maduras, o homem começa a cortá-las com a foice, pois chegou o tempo da colheita.” (Marcos 4.26–29, NTLHE).

Temos que entender que somos como o semeador, quando compreendemos quem somos, e agimos como Deus com as pessoas, sendo despenseiros de Suas virtudes, falando e agindo de forma alinhada com a Sua vontade, então, estamos plantando sementes que irão frutificar e conduzi-las à Ele.

Anúncios