Um empurrão de Deus

Um empurrão de Deus

foto por: Scott Parry em Unsplash

Não teremos crises diante das dificuldades para compreendermos o poder de Deus, Sua forma de agir e a maneira como permite e conduz que tudo seja para realizar o Seu propósito, mas veremos a Sua mão operando e conduzindo tudo no realizar da Sua vontade e não lamentaremos quando formos a oferta em favor das pessoas para que O conheçam e Sua vontade.

Depois que Estevão foi o sacrifício, a oferta para que muitos pudessem conhecer e receber da semente da Palavra, Saulo inicia uma perseguição à igreja que estava restrita a Jerusalém e que muito pouco cumpria a sua missão como era da vontade do Senhor. Sobre esta perseguição, podemos ler em Atos no capítulo oito, versículo três: “Saulo, porém, assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, encerrava-os no cárcere.” (Atos dos Apóstolos 8.3, BEARA). Qual foi a consequência disso? Muitos foram dispersos por toda a parte, revelando e pregando a palavra, como consta no versículo quatro: “Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra.” (Atos dos Apóstolos 8.4, BEARA).

O que parecia ser algo ruim, e não foi fácil para os irmãos que estavam em Jerusalém, foi também uma bênção para todos que não estavam lá. Precisamos refletir sobre a vontade de Deus e a nossa submissão a ela. Os discípulos tinham recebido a incumbência de anunciar e ensinar sobre a vontade de Deus em Jerusalém, Judeia e todos os confins da terra. Estavam fazendo? Não! Estavam acomodados em Jerusalém.

O que lhes sobrevém? A perseguição da igreja. Então o que acontece? São espalhados por todas as regiões. O que precisamos entender? Que quando não estamos fazendo segundo o que nos foi ensinado, nós recebemos de Deus um empurrão para fazermos a Sua vontade. Assim foi no início da igreja, que estava sendo negligente com o seu propósito e assim é conosco em nossos dias. O que precisamos compreender é que a força do empurrão é determinada pela nossa resistência em viver e fazer a vontade do Pai.

Anúncios