Pecamos contra Cristo

Paulo instruindo na primeira carta aos Coríntios, capítulo oito, do versículo onze ao treze, afirma:

E assim, por causa do teu saber, perece o irmão fraco, pelo qual Cristo morreu. E deste modo, pecando contra os irmãos, golpeando-lhes a consciência fraca, é contra Cristo que pecais. E, por isso, se a comida serve de escândalo a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que não venha a escandalizá-lo.” (1Coríntios 8.11–13 RA).

Nossas ações não podem ser fundamentadas somente no conhecimento e compreensão das Escrituras, pois o reino de Deus não se trata de conhecimento. O saber nos liberta, mas como a jornada não é individual e sim, em família, temos que olhar as coisas que fazemos na perspectiva da lei do amor. Caso algum irmão que não tem entendimento venha a se enfraquecer ou mesmo a se desviar da jornada por causa do nosso conhecimento, não estamos sendo guiados pela lei do amor. No amor, deixamos de fazer algo por causa da imaturidade do outro para que ele não se perca, pois não podemos ser pedra de tropeço. Precisamos aprender a olhar o todo e as regras que devem nortear nossas atitudes, pois não se trata de “mim”, mas de “nós” como expressão da oferta de Cristo em favor do mundo.

Pecamos contra Cristo quando norteamos nossas ações pelo conhecimento que temos e não pela lei do amor, pois quando somos guiados pelo amor, nós nos fazemos de oferta em favor do outro, sendo instrumento de sua edificação, não destruição.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE