Será que é preguiça?

Foto de Dan Cutler na Unsplash

Não devemos ser preguiçosos, procrastinadores, pois caminharmos para a maturidade, para cumprirmos o nosso papel segundo a nossa vocação é fundamental para que a vontade do Pai se revele ao mundo. Temos que amadurecer como o autor da carta aos Hebreus nos chama, no capítulo cinco, do versículo onze ao quatorze:

“A esse respeito temos muitas coisas a dizer, coisas difíceis de explicar, porque vocês ficaram com preguiça de ouvir. Pois, quando já deviam ser mestres, levando em conta o tempo decorrido, vocês têm, novamente, necessidade de alguém que lhes ensine quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus. Passaram a ter necessidade de leite e não de alimento sólido. Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança. Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.” (Hebreus 5.11–14 NAA)

Até quando ficaremos amarrados, como crianças aos fundamentos, aos princípios elementares da vida cristã e acharmos que é suficiente? Não basta compreendermos que a salvação é pela graça, por meio do que Cristo fez e que Nele temos o perdão e a justificação, pois não é só isso. Estes ensinos nos revelam que somos filhos de Deus e feitos da mesma natureza. Tendo o fundamento, precisamos avançar no ensino, crescer, amadurecer, não sendo preguiçosos, mas prontos, não procrastinando, mas buscando o conhecimento da vontade do Senhor para não vivermos uma vida medíocre, achando que o que fazemos é suficiente, pois não é. Temos um reino para revelar, para a glória e louvor do nome do Senhor, por isso, não podemos viver segundo o mundo, mas corrermos para a plena estatura de Cristo para revela-Lo ao mundo.

Será que o que temos é preguiça? Ou o que estamos fazendo é consciente, achando que temos o suficiente? Vivemos uma vida de pecado? Transgredindo a vontade do Pai? Temos que avançar, não procrastinar na busca do conhecimento e compreensão da vontade de Deus, pois fomos feitos filhos, para andarmos neste mundo como Cristo, revelando o amor do Pai, Seu reino e Sua salvação.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE