Como um fermento na massa

Como um fermento na massa

foto por: My pictures are CC0. When doing composings: em Pixabay

Assim como  o Senhor falou que o reino de Deus era como um fermento na massa, de fato aconteceu, como podemos ler em Atos, capítulo onze, do versículo dezenove ao vinte um:

“Os seguidores de Jesus foram espalhados pela perseguição que havia começado com a morte de Estêvão. Alguns foram até a região da Fenícia, a ilha de Chipre e a cidade de Antioquia e anunciavam a palavra de Deus somente aos judeus. Mas outros, que eram de Chipre e da cidade de Cirene, foram até Antioquia e falaram também aos não-judeus, anunciando a eles a boa notícia a respeito do Senhor Jesus. O poder do Senhor estava com eles, e muitas pessoas creram e se converteram ao Senhor.” (Atos dos Apóstolos 11.19–21, NTLHE).

É assim que o evangelho se espalha e as pessoas deixam a sua religiosidade e se convertem ao Senhor. Temos que entender que somos peças fundamentais nesse processo, pois se o que pregamos e vivemos é uma religião, muitos se tornarão prosélitos, por outro lado se o que vivemos é o reino de Deus, se expressamos as virtudes do Pai, se agimos como Cristo, então as pessoas se converterão à vontade de Deus e ensinarão outras, que ensinarão outras a viver o reino na terra, como um fermento espalhando por toda a massa.

Não podemos viver uma religião, mas sim o reino de Deus, ensinando as pessoas (como Cristo fez),  a viverem a vontade do Pai, revelando as Suas virtudes.