Um mal que traz o bem

Um mal que traz o bem

foto por: JC Gellidon em Unsplash

Em Atos, no capítulo oito, do versículo três ao oito, podemos observar que com o início da perseguição, inicia-se um processo de espalhar o evangelho por toda a parte, como podemos ler:

Saulo, porém, assolava a igreja, entrando pelas casas; e, arrastando homens e mulheres, encerrava-os no cárcere. Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra. Filipe, descendo à cidade de Samaria, anunciava-lhes a Cristo. As multidões atendiam, unânimes, às coisas que Filipe dizia, ouvindo-as e vendo os sinais que ele operava. Pois os espíritos imundos de muitos possessos saíam gritando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos foram curados. E houve grande alegria naquela cidade.” (Atos dos Apóstolos 8.3–8, RA).

Muitas vezes fixamos os nossos olhos nas coisas ruins que nos sobrevêm, mas não observamos estas coisas no contexto do plano e da vontade de Deus. Assim como a perseguição desencadeou a morte de muitos, este processo levou outros a escaparem, como Filipe e anunciarem a salvação, a chegada do reino em outros lugares como tinha sido a determinação do Senhor. Precisamos aprender a olhar tudo sob a perspectiva eterna e compreender, que mesmo no mau resultante da natureza humana, Deus opera em nosso favor, fazendo com que a Sua bondade alcance outros lugares e situações.

Tudo, independente da origem, causa e motivo, quando olhamos na perspectiva eterna, podemos ver o transformar em bem e no realizar da vontade de Deus, assim como nós podemos fazer parte deste processo, levando o conhecimento Dele a todas as pessoas que estão à nossa volta.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE