Somente os inscritos no livro da Vida

foto por: Pauline Heidmets em Unsplash

No livro do Apocalipse, capítulo vinte e um, do versículos vinte e quatro ao vinte e sete, podemos observar quem entrará na nova Jerusalém:

As nações andarão mediante a sua luz, e os reis da terra lhe trazem a sua glória. As suas portas nunca jamais se fecharão de dia, porque, nela, não haverá noite. E lhe trarão a glória e a honra das nações. Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro.” (Apocalipse 21.24–27 RA).

Como toda a cidade, será o santuário de nosso Deus e tendo o entendimento que somos o Seu templo, que fazemos parte de Sua família, que somos um reino de sacerdotes, não caberá estar na cidade qualquer tipo de impureza, pois ela é a luz para as nações. Precisamos compreender que não existe espaço para impureza no meio do povo de Deus, precisamos nos santificar, pois ao fazermos isso, cumpriremos o nosso papel no mundo, sendo luz para as nações, levando a todos os cantos o conhecimento da glória do Senhor, enchendo toda a terra. Como instrumentos e expressão da vontade Daquele que nos tirou das trevas, devemos andar na verdade, pois só assim, expressaremos toda a vontade de Deus e teremos a convicção de estarmos incluídos, por fé, em todo o plano e propósito de Deus.

Assim como na nova Jerusalém não existe espaço para o pecado, também, não existe na Igreja, pois somos o templo de Deus, o local da Sua habitação e como tal, precisamos revelar a Sua glória, enchendo toda a terra com o Seu conhecimento e da Sua vontade, pois andamos na verdade.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE