Não se trata de quantos, mas compromisso

Não se trata de quantos, mas compromisso

foto por: kevin turcios em Unsplash

Jesus ensinando, responde ao questionamento de uma pessoa sobre quantos seriam salvos, como podemos ler em Lucas, capítulo treze, do versículo vinte e três ao vinte e cinco:

E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão. Quando o dono da casa se tiver levantado e fechado a porta, e vós, do lado de fora, começardes a bater, dizendo: Senhor, abre-nos a porta, ele vos responderá: Não sei donde sois.” (Lucas 13.23–25, RA).

Não é um aspecto de se muitos ou poucos serão salvos, mas do compromisso que cada um expressou com relação à vontade de Deus, especialmente ao entender o compromisso, viveu de forma plena por meio de Sua família; pois a expressão deste compromisso se dá através dos relacionamentos que desenvolvemos com a  família e o povo de Deus. Não se trata de nossas expectativas, mas do compromisso com a vontade do Pai.

Não importa se muitos ou poucos serão salvos, mas o que é relevante é o compromisso que temos com o Pai e a Sua vontade e o quanto expressamos este compromisso no nosso andar neste mundo.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLEPODCAST