Tende o mesmo amor e sejais unidos de alma

Tende o mesmo amor e sejais unidos de alma

foto por:  Ingmar Hoogerhoud em Unsplash

Termos a noção clara e o entendimento iluminado sobre quem somos, onde estamos e a vontade de Deus é suficiente para a escolhermos, pois quando entendemos de onde viemos e onde Ele nos colocou, nos empenhamos, com todo zelo pelo Seu querer em favor do Seu reino, para que as Suas virtudes sejam reveladas, conduzindo as pessoas ao conhecimento do Seu amor, por isso, precisamos viver esse amor que recebemos de Deus e unidos de alma no mesmo propósito estabelecido, pois estamos no mundo para revelarmos o Seu reino.

Paulo escrevendo aos Filipenses, capítulo dois, do versículo um ao quatro afirma: “Se há, pois, alguma exortação em Cristo, alguma consolação de amor, alguma comunhão do Espírito, se há entranhados afetos e misericórdias, completai a minha alegria, de modo que penseis a mesma coisa, tenhais o mesmo amor, sejais unidos de alma, tendo o mesmo sentimento. Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.” (Filipenses 2.1–4, BEARA).

Como podemos ter o mesmo amor e sermos unidos de alma? Quando entendemos que o único amor que temos para revelar é o que o Espírito derrama abundantemente em nossas vidas e que devemos revelar ao mundo, amando como Cristo nos amou. Nos empenharemos com todo o zelo pelo mesmo sentimento em favor das pessoas, unidos de alma, quando compreendermos que devemos e temos que revelar compaixão em favor delas, sendo luz e sal na terra, conduzindo-as ao conhecimento do Pai e Sua vontade, pois não buscamos os nossos interesses.