As aflições de um profeta

As aflições de um profeta

foto por: Sabri Tuzcu em Unsplash

Não existe nada mais difícil que a vida de profeta que tem que falar da vontade de Deus, pois compreendê-la é algo que pode absorver e entender bem, mas ensinar e anunciar a outros requer muitas vezes que passe por um processo de aflições, lutas e desafios, pois nem sempre é bem recebido e dificilmente compreendido.

O anjo, no livro de Apocalipse, capítulo dez, versículos oito e nove, fala sobre esta questão, sobre o que João teria que profetizar, como podemos ler:

A voz que ouvi, vinda do céu, estava de novo falando comigo e dizendo: Vai e toma o livro que se acha aberto na mão do anjo em pé sobre o mar e sobre a terra. Fui, pois, ao anjo, dizendo-lhe que me desse o livrinho. Ele, então, me falou: Toma-o e devora-o; certamente, ele será amargo ao teu estômago, mas, na tua boca, doce como mel.” (Apocalipse 10.8–9, BEARA).

Que possamos compreender que somos profetas de Deus, Seus sacerdotes e que é nossa atribuição ensinar e falar da Sua vontade, como vivê-la para que as pessoas possam conhecer, compreender, se converterem de seus caminhos e se voltarem para Ele.