No guardar da palavra a expressão da vida eterna

No guardar a palavra a expressão da vida eterna

foto por: Gautier Salles em Unsplash

Temos a vida eterna não porque afirmamos que cremos, mas cremos porque guardamos a Sua palavra e andamos segundo a Sua vontade. Entendemos que o empenho para guardar a palavra não é para alcançar a vida eterna, mas por termos sido alcançados pela vida de Deus é que guardamos.

Jesus afirmou em João, capítulo oito, versículo cinquenta e um: “Em verdade, em verdade vos digo: se alguém guardar a minha palavra, não verá a morte, eternamente.” (João 8.51, BEARA).

Guardar não é memorizar, não é saber sobre, mas viver baseado nela. Entendimento e discernimento provêm de Deus, quando somos iluminados. Somos iluminados quando colocamos o coração em buscar, compreender e viver a Sua vontade para que o Seu nome seja glorificado por meio das obras que realizamos. Andar em justiça é fazer as mesmas obras que Cristo, é rejeitar o pecado e expressa-Lo por meio das nossas ações.

Temos a vida eterna porque guardamos as Suas palavras e andamos neste mundo como filhos de Deus, revelando a Sua glória a todas as pessoas, não se trata de perfeição, mas de expressão da justiça revelada em Cristo.

Anúncios