Entre espinhos ou a boa terra?

Entre espinhos ou na boa terra?

foto por: lee Hans em Unsplash

Uma coisa que não precisamos nos preocupar é com relação à semente, pois por mais que seja ruim o semeador, a palavra de Deus que é a semente, sempre é boa e sempre produz fruto, mas por causa da terra onde cai, pode não crescer e nem gerar fruto como deveria, por isso, precisamos sempre refletir sobre a terra que temos sido baseados nas decisões e ações que temos tomado.

Em Marcos, capítulo quatro, versículo quatorze Jesus fala que a palavra é a semente: “O semeador semeia a palavra.” (Marcos 4.14, BEARA). E quanto a semente, ele afirma que algumas são lançadas entre espinhos, como está nos versículos dezoito e dezenove: “Os outros, os semeados entre os espinhos, são os que ouvem a palavra, mas os cuidados do mundo, a fascinação da riqueza e as demais ambições, concorrendo, sufocam a palavra, ficando ela infrutífera.” (Marcos 4.18–19, BEARA). E a boa terra é a que produz fruto, como está no versículo vinte: “Os que foram semeados em boa terra são aqueles que ouvem a palavra e a recebem, frutificando a trinta, a sessenta e a cem por um.” (Marcos 4.20, BEARA).

Temos frutificado? Temos revelado as virtudes de Deus em nossas vidas, agido como Cristo? Ou estamos presos às demandas, paixões e desafios do mundo? O nosso coração está nas coisas desta vida ou em valores eternos? Temos andado como Cristo, nos empenhado na Sua vontade?

Por estas questões é que precisamos compreender se somos a terra com muitos espinhos ou a boa terra onde produz fruto que revela o conhecimento de Deus e Sua vontade.

Anúncios