Andar segundo o Espírito Santo

Andar segundo o Espírito Santo

foto por:   Haupes Co. em Unsplash

Aprendermos a andar segundo o Espírito é que nos conduz em toda a vontade de Deus, pois aprendemos a ouvir e a nos submeter na direção que nos é dada, pois só assim, realizaremos o Seu propósito, como seremos instrumentos úteis ao Seu reino e a Sua vontade.

Paulo e Barnabé são exemplos disto, quanto a ouvir e obedecer, pois foi assim que foram enviados para a primeira viagem missionária. Podemos ler em Atos, capítulo treze, do versículo um ao quatro: “Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram. Enviados, pois, pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre.” (Atos dos Apóstolos 13.1-4, BEARA).

Precisamos aprender a ouvir e a obedecer e para isso, precisamos ser diligentes nos processos de Deus que nos conduzem à maturidade, abandonando a forma natural de pensar e agindo como o ser espiritual que o Pai nos fez, para que na comunhão possamos ouvir a Sua vontade revelada por meio do Espírito e confirmada pelos irmãos. Não podemos e nem vivemos em nossa individualidade a vontade de Deus, mas na comunhão e nela aprendemos a conhecer o Pai e a Sua vontade, como sermos instrumentos de edificação, mas principalmente, aprendemos a ouvir o que o Espírito nos fala sobre o querer do Senhor.

Anúncios