Parecidos com o Filho!

Parecidos com o Filho

foto por:

Temos que entender que Deus realiza a obra em nossas vidas, nos conduzindo à maturidade para revelarmos em todas as nossas ações Cristo de forma plena, por isso, não podemos estar comprometidos com este mundo, mas devemos nos compromissar com o Pai e a Sua vontade, nos empenhando na busca do conhecimento e entendimento de Sua obra em nós, para em tudo sermos parecidos com o Filho.

Paulo fala sobre isso em Romanos, capítulo oito, versículo vinte e oito: “Pois sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano.” (Romanos 8.28, NTLHE). E complementa nos versículos vinte e nove e trinta: “Porque aqueles que já tinham sido escolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho. Ele fez isso para que o Filho fosse o primeiro entre muitos irmãos. Assim Deus chamou os que havia separado. Não somente os chamou, mas também os aceitou; e não somente os aceitou, mas também repartiu a sua glória com eles.” (Romanos 8.29–30, NTLHE).

Todo o operar de Deus está em nos forjar na expressão do Seu Filho, para que a obra que Ele realizou, fazendo de nós uma nova criatura, um ser espiritual e a imagem do Filho possa ser revelada e expressada em nós, revelando-O ao mundo por meio do nosso viver.

Nossa vida faz todo o sentido quando compreendemos que devemos iniciar esta jornada de amadurecimento e conhecimento do querer do Pai para sermos úteis ao reino de Deus e assim, nós como família, possamos, sendo o sal da terra tornar o mundo suportável.