Andando segundo ensino de homens

Andando segundo ensino de homens

foto  Ben Klea em Unsplash

Viver o reino de  Deus e Sua vontade não se trata de dogmas, de regras, mas de compreendermos a vontade do Pai e a ela nos submetermos, entendendo que o que Ele busca e deseja de nós é que expressemos as Suas virtudes.

Qualquer coisa que ensine ou priorize qualquer outro aspecto fora do entendimento da vontade de Deus expressa nas escrituras não Lhe é agradável, por isso, é extremamente importante que conheçamos e compreendamos o que Ele nos fala para não sermos enganados pelo pensamento natural.

Jesus falando sobre esta questão em Marcos, capítulo sete, do versículo cinco ao dez, afirma: “interpelaram-no os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos de conformidade com a tradição dos anciãos, mas comem com as mãos por lavar? Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Negligenciando o mandamento de Deus, guardais a tradição dos homens. E disse-lhes ainda: Jeitosamente rejeitais o preceito de Deus para guardardes a vossa própria tradição. Pois Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser a seu pai ou a sua mãe seja punido de morte.” (Marcos 7.5–10, BEARA).

O que é importante? Que compreendamos a vontade do Pai, que conheçamos o que Ele nos fala sobre Ele mesmo e Sua vontade, para sermos expressão plena do Seu querer, para chegarmos à plenitude da estatura de Cristo e assim, como filhos, revelando maturidade, passarmos a agir segundo  o verdadeiro ensino contido nas escrituras e não conforme o pensamento de homens.

Anúncios