Obedecendo a lei para não escandalizar

Obedecendo a lei para não escandalizar

foto por: Sandro Antonietti em Unsplash

Em Atos, capítulo dezesseis, do versículo um ao três, observamos uma atitude de Paulo quanto a obediência à lei, para não escandalizar os judeus a quem iria pregar o evangelho, como podemos ler:

Chegou também a Derbe e a Listra. Havia ali um discípulo chamado Timóteo, filho de uma judia crente, mas de pai grego; dele davam bom testemunho os irmãos em Listra e Icônio. Quis Paulo que ele fosse em sua companhia e, por isso, circuncidou-o por causa dos judeus daqueles lugares; pois todos sabiam que seu pai era grego.” (Atos dos Apóstolos 16.1–3, RA).

Termos o entendimento claro sobre o que fazermos e o porque é muito importante, pois o nosso objetivo deve e tem que ser para alcançar pessoas, levando-as ao conhecimento da vontade de Deus. Devemos, como na atitude de Paulo, mesmo sabendo que não é importante para os processos de Deus, fazer tudo para  não escandalizar as pessoas. Todas as nossas atitudes e palavras devem ser com a intenção de não colocar barreiras para o evangelho, pois iluminar o entendimento e levar todos ao conhecimento da verdade deve ser a prioridade de nossas ações e não o que pensamos ou cremos quanto a forma de vivermos neste mundo.

Não importa o que precisamos fazer, mas devemos fazer de tudo para alcançar as pessoas, mesmo que isto implique em termos atitude religiosas para que não construamos barreiras, mas pontes para alcançar o coração delas.

Ouça a mensagem completa no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE