Impedidos de ver

Foto de Qihai Weng na Unsplash

Na nossa jornada, embora muitas vezes desejemos conhecer ao Senhor, somos impedidos de vê-Lo por causa da nossa religiosidade, falta de entendimento e perspectiva que buscamos, assim, como foi com os discípulos que iam a caminho de Emaús, no evangelho de Lucas, no capítulo vinte e quatro, do versículo treze ao dezessete:

“Naquele mesmo dia, dois discípulos estavam indo para uma aldeia chamada Emaús, que ficava a uns dez quilômetros de Jerusalém. E iam conversando a respeito de tudo o que tinha acontecido. Enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e ia com eles. Porém os olhos deles estavam como que impedidos de o reconhecer. Então ele lhes perguntou: — O que é que vocês estão discutindo pelo caminho? E eles pararam entristecidos.” (Lucas 24.13–17 NAA)

Na sequência do texto podemos observar que eles esperavam que Cristo agisse como o Messias, como aquele que iria redimir a Israel e libertá-los do jugo romano. Eles estavam vendo tudo segundo a perspectiva humana, natural e religiosa que tinham. Embora tivessem ouvido que Jesus tinha ressuscitado, não creram. Nós muitas vezes, embora querendo conhecer a Deus, buscamos este conhecimento na perspectiva equivocada, olhando segundo os nossos desejos e religiosidade. Não conheceremos a Deus, estaremos impedidos de enxergar, pois a nossa motivação está errada. Devemos, se quisermos ter nossos olhos abertos, buscar o conhecimento do Senhor sem qualquer restrição, mas o simples desejo de conhece-Lo, pois assim teremos os nossos olhos abertos para cumprirmos nossa jornada.

Somos impedidos de ver a realidade do reino e da vontade de Deus, quando buscamos fundamentados em nossos interesses e desejos e não na perspectiva de querer e desejar conhecer o Senhor segundo a Sua vontade.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE