Preparando para glorificar o nosso Deus

foto por: Braden Collum em Unsplash

No livro de Apocalipse, no capítulo dezenove, do versículo seis ao oito, podemos observar como nos preparamos, como Igreja do Senhor para sermos a noiva que glorifica o Seu nome:

Então, ouvi uma como voz de numerosa multidão, como de muitas águas e como de fortes trovões, dizendo: Aleluia! Pois reina o Senhor, nosso Deus, o Todo-Poderoso. Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos.” (Apocalipse 19.6–8 RA).

Nós nos preparamos para glorificar ao Senhor pela maneira como vivemos, pelo que realizamos, pois não existe outra maneira de fazermos isso que não praticando as obras de justiça. Nossas vidas, glorificar a Deus, conceder-Lhe o perfeito louvor e adoração, não está nos nossos atos religiosos e muito menos em nossas liturgias, mas na maneira como vivemos, nas obras que realizamos e o quanto nossas palavras e atitudes expressam os valores eternos e proclamam as virtudes de Deus. Tudo o que fizermos devem e precisam expressar atos de justiça.

Nós nos preparamos para glorificar a Deus quando, compreendendo a Sua vontade, entendemos que devemos andar na verdade, ofertamos as nossas vidas para realizar as obras de justiça que proclamam as Suas virtudes e que revelam os valores eternos do Reino de Deus.

Ouça a mensagem no agregador de PODCAST de tua preferência:

CASTBOX, SPOTFY, DEEZER ou GOOGLE