Revelando o Deus que conhecemos

Não existe momento melhor para revelarmos o Deus que afirmamos conhecer que na adversidade, quando tudo parece perdido, sem esperança, então agimos como quem vê o invisível, baseado somente nas palavras proferidas e revelamos nas nossas ações as virtudes Daquele que nos chamou para o Seu reino.

Assim Paulo fez durante a sua viagem para Roma, quando enfrentaram a tempestade e com o risco de perder suas vidas. Ele se levanta e fala às pessoas que estavam ali com ele. Isto está em Atos, no capítulo vinte e sete, do versículo vinte e um ao vinte e cinco: “ Fazia muito tempo que eles não comiam nada. Então Paulo ficou de pé no meio deles e disse: — Homens, vocês deviam ter dado atenção ao que eu disse e ter ficado em Creta; e assim não teríamos tido toda esta perda e este prejuízo. Mas agora peço que tenham coragem. Ninguém vai morrer; vamos perder somente o navio. Digo isso porque, na noite passada, um anjo do Deus a quem pertenço e sirvo apareceu a mim e disse: “Paulo, não tenha medo! Você precisa ir até a presença do Imperador. E Deus, na sua bondade, já lhe deu a vida de todos os que estão viajando com você.” Por isso, homens, tenham coragem! Eu confio em Deus e estou certo de que ele vai fazer o que me disse.” (Atos dos Apóstolos 27.21-25, NTLHE).

Precisamos entender que não vivemos pelo que vemos, mas pelas promessas de Deus que estão em Sua palavra. Não podemos esmorecer, nem nos deixarmos abater pelas lutas e desafios desta vida. Não importa o resultado, o que irá acontecer, precisamos ter a convicção, a certeza de qualquer coisa que sobrevenha, sempre será o melhor para o Reino, para a glória de Deus, se agirmos segundo o que somos Nele. Temos que aprender a revelar as Suas virtudes e manifestarmos o fruto do Espírito, pois nosso testemunho não depende do nosso esforço, mas do entendimento da Sua obra realizada em nós para a glória do Seu nome.

Anúncios