Não podemos conviver com as obras de corrupção

Não podemos conviver e nem aceitar as obras de corrupção que possam existir em nosso meio. Devemos, como filhos de Deus, andar neste mundo revelando a glória do Senhor, sendo expressão das Suas virtudes. Quando aceitamos e permitimos a convivência pacífica, permitindo a corrução em nosso meio, estamos desonrando ao Senhor, trazendo confusão no meio do povo e não o conduzindo à maturidade. A santificação dos filhos de Deus para revelar a Sua glória, rejeitando toda obra de corrupção deve ter prioridade em nossas vidas, pois só assim encheremos a terra com o conhecimento da Sua glória.