Como vivemos e o que buscamos

Como vivemos e o que buscamos

foto por: Harrison Moore em Unsplash

Entendermos a vontade de Deus e a ela nos submetermos é fundamental para que andemos neste mundo como filhos, proclamando e expressando as virtudes do Pai às pessoas, por isso precisamos saber como viver o nosso dia a dia e o que de fato buscamos para não nos perdermos em propósitos segundo a natureza humana, nos envolvendo em coisas dessa vida.

Por isso, alguns conselhos que podemos observar na carta aos Hebreus, capítulo treze são muito importantes para nós, na forma de como devemos viver: devemos ser constantes no amor fraternal e hospitaleiros (v. 1-2), devemos nos lembrar dos presos, dos que sofrem maus tratos (v 3), honrar o matrimônio (v. 4), vivermos uma vida sem avareza, devemos contentar com o que temos, não temermos o que pode nos causar o homem (v. 5-6), devemos nos lembrar de nossos líderes e o exemplo que deram, devemos imitar a fé que tiveram (v. 7-8).

É fundamental entendermos que não temos nada permanente nesta vida, como está no versículo quatorze:  “Na verdade, não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a que há de vir.” (Hebreus 13.14, BEARA).

Aprendermos a olhar para a eternidade, para os valores que revelam e expressam o Pai são extremamente importantes para vivermos como Seus filhos, pois precisamos revelar a Sua glória e só fazemos isso, se entendermos que temos que santificar o procedimento, rejeitarmos as obras das trevas e proclamarmos as virtudes de Deus em tudo o que fizermos.