Prosseguir em conhecer o Senhor

Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” (Oséias 6:3, BEARA). “Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos. ” (Oséias 6:6, BEARA)

Enquanto não tivermos o entendimento, a compreensão de quem é o nosso Deus, sua natureza, seu desejo para as nossas vidas; e devemos pensar no sentido de nosso viver diário, ou seja como nos relacionamos, como nos portamos, o que pensamos, etc; se não tivermos este entendimento, de forma alguma, viveremos a vontade de Deus para nós nestes mundo.

Compreender, conhecer e entender a natureza de Deus, sua maneira de agir, é fundamental para termos o entendimento do que ele espera de nós, como seus filhos, como instrumentos de manifestação da sua vontade, como cartas vivas de Cristo, como o bom perfume de nosso Senhor.

Nas próprias palavras de Jesus, encontramos o que é o desejo de nosso Deus. Assim como Jesus falou: “quem vê a mim, vê o Pai”, nós temos que dizer: “quer conhecer a Deus, quer compreender quem ele é? Veja a minha vida”. Nós estamos aqui para ser expressão do que e quem é o nosso Deus. As pessoas ao nos olhar, verão a Deus e compreenderão o seu amor, sua misericórdia, graça e a sua vida revelada através de nós.

Por isso, quando falamos em conhecer a Deus, estamos falando disto. Estamos falando de morrer para nós mesmos, quando falamos de morrer para nós mesmos, estamos falando do processo de santificação, ou seja, de fazer morrer a natureza humana, a nossa vontade, para que a vontade e a natureza de nosso Deus, concedida no novo nascimento, se revelem através de nossos corpos mortais e na expressão e forma de agirmos, para com as pessoas.

Por isso, conhecer e prosseguir em conhecer o Senhor, em sermos santos, em buscarmos dia a dia, a manifestação da vontade de nosso Deus, nos nossos relacionamentos, está o fato de revelarmos a glória e a natureza de Deus através de nós, o corpo de Cristo, a igreja, a noiva, expressão de nosso Senhor. Não são os nossos sacrifícios, não são as nossas obras, mas a manifestação do caráter e natureza de nosso Deus que devemos buscar e prosseguir, em revelar e conhecer; pois compreendendo, então, agiremos, ao falharmos, seremos perseverantes, pois fomos capacitados, para revelar a caráter de Deus.

Revelar Deus através de nós está no fato de manifestarmos misericórdia, graça, bondade, boas obras, perdão, compaixão; pois para isso fomos criados. Sejamos filhos, revelemos o Pai para que o seu nome seja glorificado através de nós, o corpo de Cristo, a igreja.

About these ads